Busca Avançada
Notícias de Ubatuba
Saúde - 22/03/2019
Ubatuba recebe técnicos do Programa Saúde em Ação
Proposta é fortalecer a atenção básica por meio da integração entre secretarias
Secretários municipais e profissionais da área da Saúde de Ubatuba participaram, na manhã desta sexta-feira, 22, da apresentação do Programa Saúde em Ação no Litoral Norte: uma parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no município. O programa, realizado pela secretaria estadual da Saúde, busca a integração de diversas atividades com o envolvimento das pastas, focando em melhorias na qualidade de vida das pessoas. Além da equipe técnica do Estado, participaram da reunião as técnicas escocesas Mandy Andrew, professora Anne Hendry e Helen Rainey, do International Centre for Integrated Care (Centro Internacional de Cuidados Integrados) da Escócia. O Teatro Municipal sediou a discussão, que busca implantar novas parcerias dentro do Programa Saúde em Ação.

Renata de Almeida, gerente do programa, falou do fortalecimento da gestão da Saúde no Estado com a integração dos serviços.  A secretária municipal de Saúde, Dilei de Brito Nascimento, também destacou em seu pronunciamento a integração entre as secretarias na busca de qualidade de vida para os munícipes. “Buscamos um rede que integre saúde e bem estar, fortalecendo a atenção básica”, declarou.

O Chefe de Gabinete, Eugênio Zwibelberg, representando o prefeito de Ubatuba, Délcio Sato (PSD), enfatizou as conquistas da na área da Saúde em Ubatuba por meio do BID. “Quero destacar que já avançamos desde o início da gestão do prefeito Sato com a inauguração das Unidades Básicas de Saúde do Centro e Horto Florestal. Estamos ainda com dois CAPS em construção na Estufa II, além da reforma do Posto do Ipiranguinha. Uma parceria que nos possibilita ampliar o atendimento de saúde à população”, disse Zwibelberg.

No período da tarde, houve um worshop entre técnicos do Programa Saúde em Ação e representantes das secretarias de Saúde, Educação, Assistência Social, Meio Ambiente e Esportes. Indicadores de saúde, econômicos e sociais definirão as prioridades de atendimento no município.
Fonte: Fonte: Secretaria de Comunicação Social / PMU