Busca Avançada
Notícias de Ubatuba
Entrevista - 15/01/2019
Representantes da Prefeitura Participam de reunião com comunidade da Folha Seca
Encontro visou esclarecer cronograma de obras da nova unidade da EM Ernersmar de Oliveira

Cerca de 20 pessoas participaram de uma reunião, realizada na Associação de Moradores do bairro Folha Seca, para discutir o andamento das obras da Escola Municipal Ernesmar de Oliveira.

Além de pais de alunos e representantes da comunidade, estiveram presentes o vereador Manoel Marques, o secretário de Obras Públicas, João Bosco Romeiro, o secretário adjunto de Educação, Paulo Márcio Prado e o diretor Administrativo Financeiro da Empresa Municipal de Desenvolvimento Urbano- Emdurb, Claudinei Jerônimo dos Santos

A presidente da Associação de Moradores da Folha Seca, Marcia Sisla, comentou sobre a preocupação dos moradores com relação à condição dos alunos, que estão temporariamente frequentando as aulas em uma sede antiga no Corcovado até que as obras da nova escola sejam finalizadas. É um local pequeno, que está alocando cerca de 80 crianças da Folha Seca e 200 do próprio bairro do Corcovado – todas da faixa etária que compreende o ensino das escolas municipais.

Outra questão colocada pelos presentes foi a dificuldade de meios de transporte para a locomoção dos estudantes até o local provisório para participarem das aulas – problema este que já será solucionado com o início das aulas em 2019, com a frota da própria secretaria da Educação atendendo a linha.

O secretário adjunto da pasta ressaltou que o objetivo da visita não era justificar o atraso da obra, mesmo que seja um processo que vem se arrastando desde 2014 e que já teve vários incidentes - como abandono da empresa que era responsável pelos projetos da obra e questões administrativas.

“O mais importante é estarmos aqui para dar uma satisfação e um posicionamento. O prefeito Délcio Sato se comprometeu com a comunidade em entregar a obra, convocando todas essas secretarias envolvidas para que a escola saia e esteja funcionando plenamente neste ano letivo. Foi determinado que, até o dia 11 de março, a unidade esteja completa e com salas funcionando para atender as crianças”, afirmou Prado.

Ele ainda comentou que, após a entrada da nova gestão da secretaria de Educação, que assumiu em setembro, estão se dedicando para acertar vários processos, dentre eles, a manutenção preventiva dos veículos do transporte escolar (a qual meia frota já passou pelo procedimento) e a manutenção das unidades.

A diretora da EM Ernesmar, Claudia Alves, destacou que, mesmo que a entrega esteja prevista para março, as aulas terão início juntamente com as da Rede Municipal, previstas para segunda semana de fevereiro, para que o cronograma não seja prejudicado. O novo prédio vai contar com sete salas e atender crianças da pré-escola ao quinto ano do ensino fundamental.

Os responsáveis pela Emdurb e pela secretaria de Obras fizeram falas mais técnicas, explicando os imprevistos registrados em todo o processo e esclarecendo a atual e real situação. Garantiram, ainda, o comprometimento de ambas pastas para a fiscalização do trabalho dos funcionários.

Ambos reafirmaram que o prefeito determinou que a obra seja entregue em março e que a Educação foi apontada como prioridade, mesmo diante das outras iniciativas que a Emdurb está realizando no município, pois trata-se de crianças.

Ao final, a diretora agradeceu a todos os presentes, principalmente a comunidade e a Associação, que “estão solicitando nada mais do que é justo, pois é o que vai garantir mais qualidade aos alunos na sala de aula.”

Fonte: Secretaria de Comunicação Social / PMU
Fonte: Secretaria de Comunicação Social / PMU