Busca Avançada
Notícias de Ubatuba
Entrevista - 07/06/2018


Representantes da Clia Brasil e MSC fazem vistoria no Píer Comodoro Magalhães, em Ubatuba
Agenda também incluiu reunião com prefeito Sato para discutir investimentos e possibilidades de mercado para outras operadoras

O prefeito Délcio Sato (PSD) recebeu, na manhã desta terça-feira, 05, a visita de representantes da Clia Brasil e da MSC para uma reunião com o objetivo de discutir melhorias e possibilidades de abertura do mercado de cruzeiros para o município. O encontro aconteceu no Teatro Municipal e contou com a presença do presidente da Clia Brasil, Marco Ferraz, da Coordenadora de Grupo Técnico em Infraestrutura e Operação da Clia e Diretora Operacional da MSC, Márcia Leite, o Coordenador Operacional de Cruzeiros da MSC, Fabiano Gama, além do secretário de Turismo de Ubatuba, Luiz Bischof, assessor jurídico da Comtur, Allanderson Fonseca e o presidente da Comtur, José Americano.

Antes da reunião, foi realizada uma visita técnica ao Píer Comodoro Magalhães – vistoria que apontou pequenos ajustes e melhorias necessárias para adequar o receptivo de Ubatuba. Além disso, foi discutida uma proposta de planejamento para a temporada 2018/2019.

Um dos objetivos é que Ubatuba possa se preparar para receber o maior navio da MSC, o novo Sea View, com capacidade para 5.179 passageiros e que necessita de plataforma flutuante (uma espécie de balsa) para embarque e desembarque, viabilizando a entrada dos passageiros em escunas, pois não utiliza o esquema de tenderes.

De acordo com os representantes da Clia, a oportunidade do flutuante abre espaço, também, para outras operadoras, como Pullmantur e Royal Caribean. Eles também destacaram o interesse em acompanhar o desenvolvimento de Ubatuba para receber outros tipos de navios.

O presidente da Comtur destacou que, para o município seria maravilhoso, inclusive, para os escuneiros que prestam serviço.

Marcia Leite lembrou que toda a mão de obra utilizada é local, inclusive, na prestação de serviço. “Todo mundo ganha e movimenta a operação”, acrescentou.

Reforma do Píer

A Diretora Operacional da MSC ainda afirmou que a administração é merecedora de confiança, pois quando viu o projeto de revitalização do píer, acreditou que não ficaria pronto em tempo para a temporada 2017/2018.

“Parabéns, vocês têm uma equipe de ponta. Só tenho a agradecer a todos que não pouparam esforços. Mesmo com alguns imprevistos que acontecem, nós acompanhamos o processo e vocês não pararam de trabalhar um minuto. Conseguimos, também, que o René Herman da Costa Cruzeiros, enxergasse o destino com outros olhos. O Marco também sugeriu a parada para a Pullmantur. Só é necessário o investimento da plataforma, pois eles também não possuem tenderes”, disse.

Marco Ferraz comentou sobre as dificuldades regulatórias e ambientais em orlas e marinas e sobre a urgência em acelerar os processos, principalmente perante ao empresariado, mas sem descumprir regras e causar impactos negativos. Eles estão trabalhando e planejando uma ida a Brasília para tentar solucionar as tratativas de diversas cidades em um só pacote.

Bischof comentou que os trâmites para a autorização definitiva de Ubatuba já estão em andamento e enfatizou que o apoio da Clia é essencial.

Desenvolvimento

A Cruise Lines Internacional Association (CLIA) é a voz unificada e principal autoridade da comunidade global de Cruzeiros Marítimos. Trata-se da maior associação da indústria de cruzeiros, com a missão de apoiar políticas e práticas que promovam um ambiente seguro, saudável e sustentável nos navios de Cruzeiros para os mais de 23 milhões de passageiros que viajam anualmente, bem como promover a experiência de viagem dos cruzeiros.

“O objetivo da Clia é abrir a porta para os destinos, fortalecer o turismo e ser parceira de vocês e da comunidade”, complementou Marcia.

Sato garantiu que o município está caminhando e que vai melhorar ainda mais. “A vinda de vocês vai fortalecer ainda mais, porque nos dá credibilidade. Vocês apostaram e nós estamos correspondendo na medida do possível e buscando avançar”, afirmou.

O prefeito ainda frisou a grande oportunidade de geração de emprego, renda e movimentação da economia, criando união em torno da cidade e envolvimento de vários setores em prol de um objetivo comum.

“Está todo mundo unido – Câmara, empresários e associação comercial. Acredito que o cenário de estabilidade do governo dá segurança para investimentos. Mesmo sem dinheiro, as pessoas se uniram e trabalharam. Estamos quebrando paradigmas e todos estão muito esperançosos na cidade”.

Dados

Ferrraz compartilhou que o setor de cruzeiros é o terreno que mais cresce no mundo.

Hoje, conta com 496 mil ofertas de leitos. No ano passado, 445 mil brasileiros embarcaram em navios de cruzeiros . Já no cenário mundial, foram registrados mais de 26,7 milhões de passageiros embarcados em cruzeiros marítimos - um crescimento de 6,3% em relação a 2016. A previsão é que, em 2018, esse número chegue a 28 milhões.

“O potencial dos cruzeiros no Brasil é imenso e os números mostram que estamos retomando um importante ritmo de crescimento. Nosso impacto na economia na última temporada foi de mais de R$ 1,6 bilhão, mas pode crescer se tivermos melhorias na regulação do setor, infraestrutura e desenvolvimento de novos destinos”, explicou o presidente da Clia Brasil.

Bischof ainda compartilhou que duas paradas do Costa Fascinosa já estão garantidas para a temporada 2019: uma em 4 de março e outra em 12 de dezembro.

Mais sobre o Sea View

A estreia do MSC View na temporada brasileira de navios está prevista para dezembro de 2018 a março de 2019. Com capacidade para 5.179 passageiros, o novo navio da MSC integrará roteiros que passam pelas regiões sul e nordeste, com saídas previstas de Santos.

Considerado o maior e mais moderno navio que vai navegar pelo país, o Sea View é confeccionado pelo estaleiro italiano Fincantieri e é inspirado nos condomínios de praia típicos de Miami. A embarcação conta com duas passarelas de vidro únicas e uma ponte de 40 metros de altura, que proporcionam aos hóspedes uma vista única do oceano.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social / PMU
Fonte: Secretaria de Comunicação Social / PMU