Busca Avançada
Notícias de Ubatuba
Entrevista - 15/05/2018


Ubatuba inicia a segunda “Semana do Bebê”
Atividades são todas gratuitas; confira como foram os primeiros dias

A palestra “A realeza do bebê”, com Laura Uplinger, abre oficialmente a segunda edição da Semana do Bebê de Ubatuba na noite da segunda-feira, 14. A iniciativa é do comitê municipal do programa Primeiríssima Infância, que articula as secretarias de Cidadania e Desenvolvimento Social, Educação e Saúde da Prefeitura de Ubatuba.

No primeiro dia, as atividades se concentraram na mobilização para a semana, com ações de divulgação em diferentes igrejas. Já na segunda-feira, as atividades foram variadas: teve oficina de shantala no Ipiranguinha, Jardim Carolina e Marafunda, oficina de fabricação de bonecas de pano e roda de conversa sobre fortalecimento de vínculos no Sertão do Ubatumirim, oficina de papinha, aula de alongamento e rodas de conversa sobre alimentação saudável, na Estufa I e II, entre outras ações.

Todas as mais de 130 atividades da Semana do Bebê são gratuitas e abertas a qualquer pessoa interessada em participar. A programação continua até o dia 19 de maio e se desenvolve de maneira descentralizada em toda a cidade, incluindo escolas, postos de saúde e outros equipamentos.

À noite, há palestras realizadas no Teatro Municipal:

15 de maio, 19h às 21h - Palestra com a doutora Larisa Steele Santos – Tema: Concepção e Vivências do Parto – Relação Mamãe e Bebê

18 de maio, 19h às 21h - Palestra interativa: seu filho precisa de você

O encerramento no dia 19 será na Praça Treze de Maio, no Centro, e terá apresentação de palhaços com a participação da equipe do Brincando na Praça.

Confira a grade completa da programação na página da Prefeitura de Ubatuba.

Saiba mais sobre o programa

O programa Primeiríssima Infância tem como objetivo fortalecer os vínculos entre cuidadores e crianças que estão na faixa etária entre 0 e 3 anos de idade, já a partir da gestação, promovendo o desenvolvimento integral.

Pesquisas acadêmicas mostram que as vivências desse período, sobretudo as afetivas, influenciam não apenas os aspectos físicos do desenvolvimento, como também a capacidade de aprendizado e de interação social e emocional.

O trabalho realizado envolve não apenas pais, mães, avós e outros responsáveis por crianças nessa faixa etária, como também demais cuidadores, incluindo profissionais da educação, saúde e desenvolvimento social.

Com cárater preventivo, o programa abrange aspectos de governança e gestão, formação de profissionais, mobilização comunitária e monitoramento e avaliação.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social / PMU
Fonte: Secretaria de Comunicação Social / PMU