Busca Avançada
Notícias de Ubatuba
Entrevista - 04/01/2018


Ex-senador Eduardo Suplicy e moradores da Picinguaba reúnem-se com o prefeito Sato e secretários
Encontro foi preparatório à reunião com a comunidade sobre suas reivindicações

O prefeito de Ubatuba, Délcio Sato (PSD), recebeu na manhã desta quarta-feira, 3, o ex-senador e atual vereador de São Paulo, Eduardo Suplicy (PT), e representantes da Associação dos Moradores do Bairro da Picinguaba (AMBP).

No encontro, a presidente da associação, Patricia Santos, apresentou uma série de pautas da comunidade e demandou que seja realizada uma reunião ampla na tradicional vila de pescadores para esclarecimentos e aprofundamento da discussão de soluções. Entre os pontos apresentados estão melhorias na estrada de acesso à vila, ampliação da fiscalização do transporte clandestino para a Ilha das Couves, limitação e disciplinamento do trânsito na vila, saneamento básico, gestão de resíduos sólidos, além de temas relativos à saúde e à educação.

Como visitante de Picinguaba desde 1976, Suplicy reforçou a necessidade de que a vila caiçara continue a ser dos pescadores, “um lugar onde a pesca é fundamental para a sobrevivência de grande parte de sua população”, afirma.

Além do prefeito e do vice-prefeito, Jurandir de Oliveira Veloso “Pelé”, a reunião contou com a presença dos secretários de Serviços de Infraestrutura Pública, Pedro Tuzino; de Saúde, Roberto Tamura; de Habitação e Planejamento Urbano, Wilber Cardozo; da Educação, Flávia Nascimento; de Segurança Pública e Defesa Social, major Rubens Martins Franco Júnior, além do Coordenador de Trânsito, Adonel Sousa Rodrigues Júnior, e do Chefe de Gabinete, Ronaldo Dias Júnior.

O prefeito solicitou aos secretários um informe sobre o estágio de cada tema apontado bem como levantamento sobre emendas existentes destinadas à vila. “Com certeza vamos em breve discutir com a comunidade os vários assuntos como educação, saúde, infraestrutura, estrada para dar uma solução aos problemas que ainda existem”, destacou o prefeito Sato.

A reunião na comunidade foi agendada para o mês de fevereiro.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social / PMU
Fonte: Secretaria de Comunicação Social / PMU