Busca Avançada
Notícias de Ubatuba
Entrevista - 07/12/2017


Equipes de Saúde de Ubatuba realizam monitoramento rápido de cobertura vacinal
Com o objetivo de definir ou redefinir ações de vacinação, melhorar a cobertura vacinal no município e aumentar a imunidade da população, reduzindo a incidência de doenças, nos próximos dias 9 e 16 de dezembro, as equipes...
Ação será feita em 22 áreas da cidade em dois sábados: 9 e 16 de dezembro

Com o objetivo de definir ou redefinir ações de vacinação, melhorar a cobertura vacinal no município e aumentar a imunidade da população, reduzindo a incidência de doenças, nos próximos dias 9 e 16 de dezembro, as equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF) e da Vigilância em Saúde de Ubatuba realizarão o Monitoramento Rápido de Cobertura Vacinal (MRCV).

A atividade é recomendada pela Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) para supervisão das ações de vacinação e é adotada em vários países das Américas. Trata-se de uma atividade de campo, feita a partir da visita casa a casa, na qual o comprovante de vacinação do residente que faz parte do público-alvo pré-definido é avaliado para uma ou mais vacinas.

Neste ano de 2017, o MRCV irá avaliar a situação vacinal das crianças de 6 meses a menores de 15 anos de idade. Na ação, que é uma sequência da campanha de multivacinação realizada entre 11 e 22 de setembro, as equipes de agentes comunitários, técnicas de enfermagem e enfermeiras vão nas casas de cada família da comunidade para conversar, verificar a carteira de vacinação, aplicar vacinas que eventualmente faltarem ou orientar para ida ao posto de referência.

Esse levantamento irá subsidiar os profissionais de Ubatuba no planejamento, execução e avaliação da aplicação das vacinas do calendário nacional no grupo elegível. “Isso permite analisar os diferentes motivos pelos quais a população deixa de tomar uma vacina e implementar ações que garantam a imunoproteção de toda a população”, explica Elisabete Cabral Borges de Matos, da Vigilância em Saúde.

O MCRV irá cobrir 22 regiões da cidade e cada equipe deve avaliar um total de 30 crianças na faixa etária estabelecida. Crianças e adolescentes fora da idade estabelecida ou crianças que estejam apenas temporariamente no domicílio visitado, como turistas, não serão incluídas no monitoramento. Cada agente preencherá as informações em planilha pré-definida que, após o monitoramento, é entregue à Vigilância em Saúde para sistematização dos dados.

Regiões onde haverá o monitoramento

Dia 09: Estufa I, Fortaleza, Itaguá, Jd Carolina, Perequê Açu, Pereque Mirim, Picinguaba, Poruba, Saco da Ribeira, Sumaré e Tabatinga

Dia 16: Corcovado, Estufa II, Horto, Itamambuca, Marafunda, Maranduba, RioEscuro, Sesmaria, Taquaral, Ubatumirim e Umuarama

Fonte: Secretaria de Comunicação Social / PMU
Fonte: Fonte: Secretaria de Comunicação Social / PMU